quarta-feira, 16 de novembro de 2016

CONFISSÕES

13 de novembro (2016),

Não se pode abandonar os salmos. Eles estão repletos de importantes lições de Deus para os que o leem.  Foram dois deles o texto do meu a sós com Deus.

Quero antes afirmar por experiência acumulada, que a sala do trono de Deus é um lugar amplo, aconchegante e convidativo para quem quer tratar de suas feridas. A presença de Deus com toda a sua pompa não intimida. Convida. Gentilmente convida para uma conversa franca e amorosa.

Digo isso porque carrego comigo sempre algum problema para tratar com Deus. Nesse respeito sou muito parecido com os homens dos salmos.

Os salmos três e quatro deram a mim a impressão de um ser a continuidade do outro. Nos dois o salmista menciona seu sofrimento. Nos dois ele faz uma fervorosa oração para que Deus o livre do pesar que estava sofrendo. Nos dois o escritor menciona que dormiu em meio aos seus problemas porque Deus o agraciou com um sono tranquilo e nos dois o salmista sofredor declara a esperança de que Deus agirá em seu socorro em breve.

Da repetição dos fatos minha mente se apercebeu que a insistência do salmista em oração se devia à persistência de seu sofrer. Isso a priori em meu a sós com Deus me fez perceber que a tática do salmista era: se o problema é persistente a oração a Deus também precisa ser.

A exemplo de Davi, que creio ser o autor dos dois salmos, orava a Deus insistentemente acerca de um problema que se arrastava a dias. Apliquei oração sobre ele como bálsamo curador. Afinal, se deu certo para o salmista daria certo para mim, pois Deus não faz discriminação entre as pessoas.

Acabei meu tempo com Deus e fui até o quintal de minha casa. Fiquei ali ainda sob o efeito que um momento de solidão causa em nosso corpo. Nos desacelera. Fiquei ali por um pouco olhando para o nada gozando de uma quietude agradável. Meu filho pequeno se aproximou trazendo uma sugestão de como solucionar a questão. Respondi com gentileza: Deus vai nos acudir.

Alguém bateu à porta. Era a resposta de Deus. Foi dia de regozijo. Meu filho ao presenciar a solução da situação disse admirado_ bem que o pai disse que Deus ia dar um jeito.

Não sei se Deus agirá assim tão imediatamente em outras vezes, mas sei que agirá como bem o declarou Davi em outros salmos em que agradecia por ter suas petições atendidas.

Acredite. A sala do trono é sempre um lugar aconchegante.